• Finis Terrae Viagens

Serra da Mantiqueira – a terra das belas e grandes montanhas



Para quem mora na região Sudeste do Brasil, montanha é sinônimo de Mantiqueira.

Ou será que Mantiqueira é sinônimo de montanha?


Não importa o que vem primeiro. A grande cordilheira desfila por centenas de quilômetros formando boa parte da divisa dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Quem viaja num dia claro pelo Vale do Paraíba tem magníficas vistas dessas montanhas que estão entre as maiores do Brasil, com quase 3 mil metros de altitude.

Melhor do que avistar as montanhas de longe é se embrenhar em seus caminhos, trilhas e localidades, experimentar o frio das noites claras e as águas geladas dos inúmeros rios que ali nascem, mergulhar nas cachoeiras e se deliciar com os produtos da serra: queijos, vinhos, cervejas, azeite, cafés, pães artesanais, geleias e doces, sem mencionar a cornucópia de chefs criativos e seus restaurantes gourmet que servem uma culinária regional e original a partir desses produtos e ingredientes locais. Há muito que ver e que viver nessa serra espetacular!


"Mantiqueira" é um termo de origem tupi que significa "gota de chuva", através da junção dos termos amana (chuva) e tykyra (gota). Seu nome dá ideia da grande importância da serra como fonte de água potável, formação de rios que abastecem um grande número de cidades da Região Sudeste do Brasil. Seus riachos formam o rio Jaguari, responsável pelo abastecimento da região norte da Grande São Paulo, o rio Paraíba do Sul, que corta uma região densamente habitada e altamente industrializada no eixo Rio-São Paulo, o rio Grande, que é parte integrante do maior complexo hidroelétrico do país.


A Serra da Mantiqueira também abriga 34 unidades de conservação, espaços especialmente protegidos onde se preserva a natureza, os ecossistemas de montanha e a biodiversidade, tão significativos para a sobrevivência de todos os organismos vivos, da população humana e do modo de vida da Mantiqueira. Entre as mais significativas estão o Parque Estadual de Campos de Jordão, O Monumento Natural da Pedra do Baú, o Parque Nacional do Itatiaia (o mais antigo do Brasil, criado em 1937), o Parque Estadual da Serra do Papagaio ou o Parque Estadual da Pedra Selada. Também não podem deixar de serem citadas a Área de Proteção Ambiental (APA) da Serra da Mantiqueira e a pioneira APA de Campos do Jordão. Além destas, existem diversas de RPPNs, Reservas Particulares de Proteção da Natureza, que, como o próprio nome já diz, são propriedades privadas que complementam as áreas de proteção governamentais, por iniciativa destes proprietários.


A Mantiqueira tem atrativos para todos os tipos de viajante. Desde passar um fim-de-semana preguiçoso em um charmoso chalé com lareira e vista para as montanhas e, no máximo, um passeio por uma alameda de hortênsias nas redondezas da pousada, até atividades esportivas como caminhadas, escalada em rocha, mountain bike, rafting, esportes aéreos, equestres e outros. Entre tantas opções o melhor é fazer diversas viagens à região para ir acumulando estas experiências.


Entre as possibilidades de ecoturismo e de aventura, destaca-se a Trilha Transmantiqueira, uma trilha de longo curso que cobre cerca de 1.200 quilômetros ao longo dessa paisagem de montanha. Você pode percorrer essa trilha em uma longa e desafiante jornada de cerca de três meses ou percorrer seus diversos setores em sucessivas viagens até completar todo percurso. Ou ainda escolher trilhar apenas alguns trechos. A trilha passa pelos principais parques da Serra e pelos picos mais altos e desafiantes como a Pedra da Mina, o Pico dos Marins e o Pico das Agulhas Negras.


“A paisagem da Trilha Transmantiqueira tem atraído cada vez mais cidadãos de origem urbana que vêm na Mantiqueira uma área de lazer e contemplação da natureza, próxima dos maiores centros urbanos do país, São Paulo e do Rio de Janeiro. Por outro lado, a vocação dessa região de imensa beleza e de grande fragilidade ambiental, devido ao relevo acidentado, aponta para o desenvolvimento compatível com a sua conservação, demandando a identificação de atividades sustentáveis. Nesse contexto, a Trilha Transmantiqueira constitui uma promissora oportunidade para o fortalecimento do ecoturismo regional, apoiando a conservação no melhor estilo do "conhecer para conservar" (Gisela Hermann, Trilha Transmantiqueira). A Trilha Transmantiqueira é integrante da Rede Brasileira de Trilhas de Longo Curso, a Rede Trilhas.


Muitas possibilidades para um vasto território formado por montanhas. Vale descobrira os poucos os atrativo e encantos da serra. Podemos curtir o ritmo desacelerado da vida e da paisagem em Extrema, o o agito da temporada de inverno em Campos de Jordão, a adrenalina do principal point de escalada em rocha em São Bento do Sapucaí, os premiados queijos da Alagoa, o caos de pedras do Planalto do Parque Nacional do Itatiaia, a variedade de atrações do pequeno Parque Estadual do Ibitipoca, recheado de cachoeiras e de cavernas, as cachoeiras que se espalham por todos os lados... A lista de atrativos da Mantiqueira é incontável e o viajante sempre vai encontra algo a mais nas diversas localidade que se espalham sobre a Serra.


A Mantiqueira também inspira as artes e ficam aqui dois exemplos. O álbum Mantiqueira do maestro arranjador e compositor Nelson Ayres e um aperitivo do documentário de longa-metragem Caminhos da Mantiqueira, da produtora Mistura Fina.






A Finis Terrae leva você mensalmente para uma escapada de um dia ao município de Extrema – MG, apenas para te proporcionar um gostinho do que a Mantiqueira tem a oferecer.


Veja nossa escapada mensal em

https://www.finisterrae.com.br/passe-o-dia-em-extrema





8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo